Ex-marido “sequestra” mulher para pedir volta de relacionamento em Limeira, SP

O ajudante de pedreiro, de 38 anos, teria fugido com ela, fazendo ameaças, pois queria que voltassem o relacionamento.

Uma perseguição aconteceu na zona rural de Limeira (SP), na tarde deste domingo (09/12), após a família de uma operadora de telemarketing, 33 anos, denunciar à Guarda Civil Municipal que ela teria sido levada à força pelo seu ex-marido em um Fiat Uno branco. O ajudante de pedreiro, de 38 anos, teria fugido com ela, fazendo ameaças, pois queria que voltassem o relacionamento.

Segundo a mulher contou aos GCMs, ela participava de uma festa quando o ex-marido chegou simulando estar armado, a colocou dentro do carro e saiu. Ele teria dito que ela deveria reatar o relacionamento com ele “por bem ou por mal”.

A GCM foi acionada por familiares da mulher, que também perseguiram o carro e passaram informações à Guarda. O ajudante de pedreiro acabou parando em meio a um canavial. Quando o casal foi encontrado pelos guardas, a operadora de telemarketing estava sentada no chão e recebia gritos de ameaça do ex-marido.

Durante a abordagem, a GCM constatou que o indivíduo havia utilizado a frente de um toca CD automotivo para fingir ser uma arma. De acordo com registro do Boletim de Ocorrência, o homem afirmou que “só queria conversar” com a vítima, pois “a ama e queria que ela voltasse com ele”.

Casos como este são considerados “relacionamento abusivo” e podem ser enquadrados na Lei Maria da Pena. Porém, a mulher não quis levar adiante a denúncia, pois alega que não foi agredida pelo ex-marido. A ocorrência foi apresentada no Plantão Policial, e após a negativa da vítima em representar contra o ex-marido, ambos foram orientados e liberados.

 

Fonte: Beto Ribeiro – Repórter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *